NADAR! Swimming Magazine

Em circulação entre 1986 e 2006 no formato impresso, NADAR! REVISTA BRASILEIRA DOS ESPORTES AQUÁTICOS (ISSN 1809-5488) sempre foi uma publicação identificada com o público saudável dos esportes aquáticos olímpicos, tendo recebido duas vezes o PRÊMIO LITERATURA ESPORTIVA, outorgado pela FIEP - Federation Internationale D'Education Physique.

Como revista mais antiga do gênero em circulação na América do Sul, NADAR! é um orgulho para o esporte amador brasileiro!

A partir de 2021 houve uma total reformulação do projeto da revista e a nova NADAR! SWIMMING MAGAZINE (ISSN 2764-4677) é a versão científica da publicação, que foi elaborada atendendo aos mais exigentes padrões internacionais para o enquadramento na categoria de periódico científico.

Bem-vindo!

Continue lendo sobre a NADAR! NESTE LINK
Leia a CARTA DOS EDITORES
Apoie e tenha acesso completo, clicando AQUI
Veja informações sobre ASSINATURAS AQUI

 

FOCO E ESCOPO
Como veículo de acesso aberto, acreditamos que a disseminação da ciência pode ser reconstruída para se tornar mais democrática - uma ciência que é compartilhada para um consumo mais amplo. Todavia, o conteúdo baseado em assinatura tem sido historicamente melhor coberto pelas bibliotecas, e além disso existem processos, orçamentos e cultura estabelecidos para que as bibliotecas preservem o conteúdo comprado, enquanto conteúdos acessíveis gratuitamente não tem garantia de preservação. (1) Por esta razão NADAR! SWIMMING MAGAZINE optou por um sistema híbrido, abarcando simultaneamente material de livre acesso e material para assinantes. Independente desta opção, todo conteúdo da revista recebe uma identificação digital persitente (ARK ou DOI), é depositado em repositórios e arquivado em redes de preservação de periódicos científicos (veja mais, abaixo).

NADAR! SWIMMING MAGAZINE publica trabalhos originais de caráter inter e multidisciplinar, vinculados a quatro grandes áreas do desporto aquático olímpico, conforme definido pela FINA (1): (a) Natação; (b) Pólo Aquático; (c) Saltos Ornamentais; e (d) Nado Sincronizados. Além disso, são abrangidas as áreas correlatas, como Maratonas Aquáticas, Mergulho, Natação Equipada, Hidroginástica, Fitness Aquático, entre outras.

Os manuscritos devem se enquadrar nas seguintes categorias: revisão bibliográfica, estudo de caso, revisão bibliométrica, pesquisa ação e survey. Notícias, revisão de conferências e entrevistas também podem ser publicadas, desde que atendam normas técncias para textos científicos. Consulte a página de Submissões.

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores e as opiniões e julgamentos neles contidos não expressam, necessariamente, as posições do Conselho Editorial.

VERSÃO EM INGLÊS 
NADAR! SWIMMING MAGAZINE aceita colaborações do mundo todo desde que acompanhem versão original em inglês do trabalho. A relevância acerca da internacionalização dos periódicos foi tema central da IV Reunião Anual do SciELO , (2) bem como tem sido importante tema discutido no meio editorial científico.

'A internacionalização dos periódicos é uma das linhas de ação que o SciELO vem promovendo de modo prioritário nos últimos anos ao lado do fortalecimento da profissionalização e da sustentabilidade financeira. A consecução destas linhas de ação é considerada essencial pelo programa para que os periódicos indexados aumentem a eficiência e qualidade dos processos de editoração, publicação e disseminação seguindo o estado da arte internacional e como condição necessária para um salto na visibilidade e credibilidade nacional e internacional.'

PROCESSO DE AVALIAÇÃO POR PARES
Os trabalhos encaminhados para publicação devem estar de acordo com as normas editoriais da revista (vide Diretrizes para Autores). Serão aceitos ou recusados com base no parecer do Conselho Editorial que poderá, a seu critério, fazer uso de consultores ad hoc.

PERIODICIDADE
A partir de 2021, a revista passa a adotar integralmente o formato de publicação continuada dos manuscritos submetidos. Nós acreditamos que o futuro das revistas digitais é o formato de publicação contínua, que agiliza o tempo de disponibilização dos conteúdos, permitindo o avanço rápido das discussões acerca de temas que ficariam muito tempo no prelo. 'Essa modalidade apresenta inúmeras vantagens para os usuários de informação científica: pesquisadores, estudantes, leitores, editores e agências de financiamento.' (3) A publicação contínua de artigos acelera a comunicação do trabalho de pesquisa, contribuindo para torná-lo mais rápido para leitura e citação. E, dentre as normas vigentes hoje para organização, referenciamento e citação, escolhemos o sistema Vancouver, que casa perfeitamente com o estilo de publicações contínuas.

Os arquivos físicos da revista publicados entre 1996 e 2006 foram digitalizados e encontram-se no website da NADAR! REVISTA BRASILEIRA DOS ESPORTES AQUÁTICOS, desenvolvido exclusivamente para manter os arquivos.

DIREITOS AUTORAIS
Os direitos autorais dos manuscritos permanecem propriedade dos autores, que cedem o direito de primeira publicação à revista. Os autores devem referenciar adequadamente a revista em publicações posteriores do manuscrito.

Manuscritos submetidos que contiverem partes de texto extraídas de outras publicações deverão obedecer limites mínimos para garantir originalidade do trabalho. O manuscrito que contiver reprodução de uma ou mais figuras, tabelas, desenhos e instrumentos extraídos de outras publicações só será encaminhado para análise se vier acompanhado de permissão escrita do detentor do direito autoral do trabalho original para a reprodução especificada em NADAR! SWIMMING MAGAZINE. A permissão deve ser endereçada ao autor do trabalho submetido. Em nenhuma circunstância NADAR! SWIMMING MAGAZINE e os autores dos trabalhos publicados nesta revista repassarão direitos assim obtidos.

REPOSITÓRIO
NADAR! SWIMMING MAGAZINE recomenda que os autores depositem (não obrigatoriamente) preprints de seus trabalhos em um repositório de dados apropriado antes do envio.  Ou autorizem NADAR! SWIMMING MAGAZINE a fazê-lo.

ARQUIVAMENTO
NADAR! SWIMMING MAGAZINE utiliza a plataforma PKP/OJS - Public Knowledge Project que mantém a Rede de Preservação PKP (PKP PN) (4) para preservar digitalmente os periódicos OJS. O programa LOCKSS oferece preservação descentralizada e distribuída, acesso contínuo e perpétuo e preservação da versão original autêntica do conteúdo. O PKP PN garante que os periódicos possam ser preservados para acesso de longo prazo.

REFERÊNCIAS
(1) Brainard J. Dozens of scientific journals have vanished from the internet, and no one preserved them: Specialists worry about a potential loss to scholarship. Science [Internet]. 2020 Sep 08 [cited 2021 Oct 21]:1. DOI 10.1126/science.abe6998. Available from: https://www.science.org/content/article/dozens-scientific-journals-have-vanished-internet-and-no-one-preserved-them

(2) FINA Federation Internationale d'Natation. Rules. Disponível em: <https://www.fina.org/rules>. Acesso em: 25/09/2021.

(3) Packer, AL. A internacionalização dos periódicos foi tema central da IV Reunião Anual do SciELO. Scielo em Perspectiva, 2016. Disponível em: <https://blog.scielo.org/blog/2014/12/16/a-internacionalizacao-dos-periodicos-foi-tema-central-da-iv-reuniao-anual-do-scielo/#.YU8-LbhKhdh>. Acesso em: 25/09/2021.

(4) SciELO Scientific Electronic Library Online. Guia para Publicação Contínua de artigos em periódicos indexados no SciELO. Disponível em: https://wp.scielo.org/wp-content/uploads/guia_pc.pdf [Acesso em 10 de  Outubro de 2021].

(5) PKP Preservation Network. Public Knowledge Project . Disponível em: <https://pkp.sfu.ca/pkp-pn/>. Acesso em: 24/09/2021.

 

We love NADAR!