NADAR! SWIMMING MAGAZINE - Periódico científico em esportes e fitness aquático - natação, pólo aquático, nado sincronizado, saltos ornamentais, travessias aquáticas https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine <p> </p> <p> </p> <p> </p> <p> </p> <p> </p> <p> </p> <p> </p> <p> </p> <p> </p> <p> </p> pt-BR nadar@revistanadar.com (NADAR! Swimming Magazine) suporte@releaseeditorial.com (SUPORTE - RELEASE EDITORIAL) Fri, 20 Jan 2023 00:00:00 +0000 OJS 3.3.0.6 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 Determinantes de Desempenho no Polo Aquático Juvenil https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/65 <p>Devido ao crescente envolvimento dos jovens na prática do pólo aquático, pretendemos caracterizar os jogadores agrupados por idade em termos antropométricos, habilidades motoras gerais e específicas e domínios contextuais. Também examinamos as associações das habilidades específicas dos jogadores com suas características antropométricas e motoras gerais. Cento e um jogadores masculinos de pólo aquático, agrupados em coortes de 12, 13 e 14 anos, foram recrutados. ANOVA one-way explicou a variância idade-coorte, e uma regressão linear múltipla foi usada para avaliar a associação entre as variáveis. A variação nas coortes foi explicada pela envergadura (25%), estatura, largura e comprimento da mão (17%), massa magra (18%), sprint de 20 m (16%), abdominais (18%), arremesso de medicine ball (27%), desempenho anaeróbico (31%) e aeróbico (21%), mudança de direção (18%) e salto vertical na água (14%). A variação do salto vertical na água, sprint de 10 m, mudança de direção e aptidão aeróbica para as características antropométricas dos jogadores foram, 32, 25, 14 e 10% (respectivamente). A força explosiva dos membros superiores dos jogadores explicou 30, 22 e 17% da variância para salto vertical na água, sprint de 10 m e aptidão aeróbica, respectivamente. A massa corporal teve uma associação inversa e a envergadura teve uma associação direta com o salto vertical na água e a capacidade de velocidade de natação, a envergadura teve uma associação inversa e direta com a mudança de direção e aptidão aeróbica, respectivamente. A força explosiva dos membros superiores relacionou-se diretamente com o salto vertical na água e habilidades de condicionamento aeróbico, mas inversamente com pontuações de sprint de 10 m.</p> Francisco Noronha, Sofia Canossa, João P Vilas-Boas, José Afonso, Flávio Castro, Ricardo J Fernandes Copyright (c) 2023 Francisco Noronha, Sofia Canossa, João P Vilas-Boas, José Afonso, Flávio Castro, Ricardo J Fernandes https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/65 Fri, 25 Aug 2023 00:00:00 +0000 Como a transição da natação subaquática para a natação de superfície deve ser realizada por nadadores competitivos? https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/70 <p>Apesar da crescente importância da fase subaquática de saídas e viradas na competição e da sua influência positiva na subsequente natação de superfície, não há evidências sobre como deve ser realizada a transição da natação subaquática para a de superfície. Portanto, o objetivo do presente estudo foi examinar o papel dos parâmetros segmentais, cinemáticos e coordenativos na velocidade de nado durante as fases de pré-transição e transição. Um total de 30 nadadores nacionais do sexo masculino realizaram 4 × 25 m (uma em cada braçada) a partir de um push start em velocidade máxima enquanto foram registrados em vista lateral por duas câmeras sequenciais (50 Hz), e seus parâmetros cinemáticos e coordenativos de natação foram calculados por meio de algoritmos bidimensionais de transformação linear direta (DLT). Ao contrário da pré-transição, a análise de regressão para trás da transição previu significativamente a velocidade de natação em todos os nados, exceto nado peito (R2 variando de 0,263 no nado crawl a 0,364 no nado borboleta). A coordenação intermembros foi preditora no nado borboleta (p = 0,006), enquanto a profundidade e inclinação do corpo foram preditores nos nados alternados (crawl (p = 0,05) e nado costas (p = 0,04)). Estes resultados sugerem que a posição do corpo e os parâmetros coordenativos da natação (além da frequência e comprimento das batidas de perna ou braçada) têm uma influência importante no desempenho da transição, que depende dos nados.</p> Jelena Stosic, Santiago Veiga, Alfonso Trinidad, Enrique Navarro Copyright (c) 2023 Jelena Stosic, Santiago Veiga, Alfonso Trinidad, Enrique Navarro https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/70 Mon, 02 Oct 2023 00:00:00 +0000 O Efeito do Incentivo Verbal no Desempenho e na Fadiga Muscular na Natação https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/56 <p>O encorajamento verbal (VE) pode ser usado para melhorar o desempenho em vários esportes, embora nenhum estudo tenha sido realizado em nadadores e apenas alguns efeitos tenham sido relatados em atletas de elite. Além de influenciar o desempenho motor, o VE também é conhecido por aumentar a carga física, aumentando potencialmente a probabilidade de desenvolver fadiga. Pensando nisso, este estudo teve como objetivo explorar os efeitos do VE em nadadores, a fim de preencher a lacuna de conhecimento sobre o meio aquático. Materiais e Métodos: Cada atleta nadou uma prova máxima de 200 m livre em duas condições diferentes: uma prova com VE e outra sem VE. As duas principais medidas de resultado foram: [1] velocidade de desempenho (m/s); e [2] fadiga muscular, investigada por meio de eletromiografia de superfície. Foram recrutados 60 nadadores, com idade de 18,63 ± 3,46 anos (mediana 18 anos), sendo 28 homens (47%) e 32 mulheres (53%), com 7,03 ± 3,9 anos de experiência. Resultados: Com VE, o desempenho melhorou significativamente na prova de natação (p &lt; 0,001, tamanho do efeito (ES) -0,95, grande). Ao dividir os resultados na primeira metade (primeira (0–100 m) vs. segunda metade (100–200 m)), o ES foi grande na primeira parte (-1,11), indicando uma melhora no desempenho. Isso piorou, no entanto, na segunda parte do teste (ES 0,63). Na análise multivariada, os anos de experiência foram um preditor significativo da mudança no desempenho geral (p = 0,011). Houve um aumento significativo na fadiga muscular induzida por VE, em geral, e durante a segunda metade, mas não durante a primeira metade do teste. Conclusões: O presente estudo indica que o VE durante uma prova de meia distância (200 m) aumenta mais o desempenho em nadadores com pouca experiência. No entanto, tem um impacto negativo na fadiga.</p> <p> </p> Luca Puce, Carlo Trompetto, Antonio Currà , Lucio Marinelli, Laura Mori , Marco Panascì , Filippo Cotellessa, Carlo Biz, Nicola Luigi Bragazzi , Pietro Ruggieri Copyright (c) 2023 Luca Puce, Carlo Trompetto, Antonio Currà , Lucio Marinelli, Laura Mori , Marco Panascì , Filippo Cotellessa, Carlo Biz, Nicola Luigi Bragazzi , Pietro Ruggieri https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/56 Sat, 03 Jun 2023 00:00:00 +0000 Treinamento de força em natação https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/59 <p>Esta revisão narrativa aborda o tema do treinamento de força na natação, assunto controverso há décadas. Não se trata apenas da importância para o desempenho na largada, virada e velocidade de nado, mas também sobre a questão de como elaborar um programa de treinamento de força. Diferentes abordagens são discutidas na literatura, com dois aspectos em primeiro plano. Por um lado, está a discussão sobre a intensidade ideal no treinamento de força e, por outro lado, está a questão de como o treinamento de força específico deve ser planejado. Além de um resumo do estado atual da pesquisa sobre a importância do treinamento de força para a natação, o artigo mostra quais adaptações fisiológicas devem ser alcançadas para poder aumentar o desempenho a longo prazo. Além disso, tenta-se explicar porque alguns conteúdos de treinamento parecem bastante inadequados quando se trata de aumentar a força como base para um maior desempenho na saída, virada e nado em si. Conseqüências práticas de treinamento são então derivadas disso. Independente do desenvolvimento do desempenho do atleta, aspectos preventivos também devem ser considerados na discussão. O artigo fornece uma visão crítica das questões-chave acima mencionadas. Os pontos mais importantes na elaboração de um programa de treinamento de força para natação são uma intensidade de carga suficientemente alta para aumentar a força máxima, que por sua vez é a base da potência, treinamento de força durante todo o ano, paralelamente ao treinamento de natação e trabalho na transferência de habilidades de força adquiridas, no treinamento de natação, e não através de exercícios de treinamento de força supostamente específicos em terra ou na água.</p> Klaus Wirth , Michael Keiner, Stefan Fuhrmann, Alfred Nimmerichter, G. Gregory Haff Copyright (c) 2023 Klaus Wirth , Michael Keiner, Stefan Fuhrmann, Alfred Nimmerichter, G. Gregory Haff https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/59 Sat, 15 Jul 2023 00:00:00 +0000 Periodização e programação para nadadores de 400 medley https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/44 <p>O conhecimento no domínio científico do treinamento individual de natação medley (IM) durante uma temporada competitiva é limitado. O objetivo deste estudo foi propor uma estrutura de treinamento detalhada incorporando os elementos-chave de um regime de treinamento periodizado para um nadador de 400 m IM. Esta estrutura foi baseada no treinamento disponível e na literatura científica e na experiência prática e conhecimento dos autores colaboradores. A temporada foi dividida em dois ou três macrociclos, subdivididos em três mesociclos cada (seis ou nove mesociclos no total), em alinhamento com as duas ou três principais competições em cada macrociclo. Os principais conteúdos de treinamento a serem desenvolvidos durante a temporada expressos em zonas de lactato sanguíneo são: treinamento aeróbico (~2 mmol•L-1), ritmo de limiar de lactato (~4 mmol•L-1) e VO2max (captação máxima de oxigênio) (~6 mmol•L-1). O treinamento de força deve se concentrar na resistência máxima de força, potência e velocidade durante a temporada. Os camps de treinamento em altitude podem ser colocados estrategicamente durante a temporada de treinamento para promover a adaptação fisiológica e melhorias no desempenho. Uma estrutura técnica bem construída permitirá o desenvolvimento de estratégias de treinamento para o nadador de 400 m IM para melhorar tanto o treinamento quanto o desempenho competitivo.</p> <p> </p> Francisco Hermosilla , José González-Rave, José Antonio Del Castillo, David B. Pyne Copyright (c) 2023 Francisco Hermosilla , José González-Rave, José Antonio Del Castillo, David B. Pyne https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/44 Mon, 30 Jan 2023 00:00:00 +0000 Natação em Água Fria - Benefícios e Riscos https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/49 <p>A natação em águas frias (natação no inverno ou no gelo) tem uma longa tradição nos países do norte. Até poucos anos atrás, a natação no gelo era praticada por pouquíssimos atletas radicais. Há alguns anos, a natação no gelo é realizada como competições em águas geladas (menos de 5 °C). O objetivo desta revisão geral é apresentar o status atual dos benefícios e riscos da natação em água fria. A natação em águas frias, quando praticada por pessoas experientes e com boa saúde, de forma regular, graduada e ajustada, parece trazer benefícios à saúde. No entanto, existe o risco de morte em pessoas não familiarizadas, seja pela resposta neurogênica inicial ao choque frio, seja pela diminuição progressiva da eficiência do nado ou hipotermia.</p> <p> </p> Beat Knechtle, Zbigniew Waśkiewicz, Caio Victor Sousa, Lee Hill, Pantelis T Nikolaidis Copyright (c) 2023 Beat Knechtle, Zbigniew Waśkiewicz, Caio Victor Sousa, Lee Hill, Pantelis T Nikolaidis https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/49 Fri, 24 Mar 2023 00:00:00 +0000 Estudo piloto não randomizado sobre os benefícios da natação para o desenvolvimento motor de bebês https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/51 <p>De acordo com o conceito de “cognição incorporada”, o desenvolvimento motor não deve ser considerado distante dos processos cognitivos e de linguagem. O desenvolvimento motor é essencial nos primeiros 1000 dias de vida, pois a criança explora e aprende novas informações do ambiente. Entre as atividades motoras, a natação para bebês permite que os bebês façam movimentos que não são capazes de realizar em solo firme. Como os movimentos se tornam mais lentos na água, a percepção sensorial desses movimentos é amplificada. No entanto, a relação entre a experiência precoce de natação e o desenvolvimento motor ainda não foi investigada. Portanto, realizamos um estudo piloto com o objetivo de explorar essa relação pela primeira vez. Para tanto, foram recrutados 32 lactentes com idades entre 6 e 10 meses. A Peabody Developmental Motor Scale-2 foi utilizada para avaliar habilidades motoras em crianças saudáveis que praticaram regularmente cursos de atividades aquáticas em comparação com crianças que nunca praticaram natação. Os testes t de amostras independentes mostraram diferenças significativas a favor do grupo que realizou atividades de natação infantil nas medidas de reflexos (t = -2,2, p &lt; 0,05), preensão (t = -3,8, p &lt; 0,001), quociente motor fino (t = -3,4, p &lt; 0,01) e quociente motor total (t = -2,4, p &lt; 0,05). No geral, de acordo com a perspectiva da cognição incorporada, esses resultados preliminares são encorajadores e nos permitem investigar como o desenvolvimento motor influencia o desenvolvimento posterior da linguagem.</p> <p> </p> Irene Leo , Silvia Leone , Raffaele Dicataldo , Chiara Vivenzio , Nada Cavallin , Chiara Taglioni , Maja Roch Copyright (c) 2023 Irene Leo , Silvia Leone , Raffaele Dicataldo , Chiara Vivenzio , Nada Cavallin , Chiara Taglioni , Maja Roch http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/51 Mon, 10 Apr 2023 00:00:00 +0000 Regras de Natação World Aquatics 2023 - 2025 https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/67 <p>SW 1 GESTÃO DAS COMPETIÇÕES<br>SW 2 OFICIAIS<br>SW 3 COMPOSIÇÃO DAS SEMI-FINAIS E FINAL<br>SW 4 A PARTIDA<br>SW 5 ESTILO LIVRE<br>SW 6 NADO DE COSTAS<br>SW 7 NADO DE PEITO<br>SW 8 NADO BORBOLETA<br>SW 9 MEDLEY INVIDUAL E REVEZAMENTO MEDLEY<br>SW 10 A PROVA<br>SW 11 CRONOMETRAGEM<br>SW 12 RECORDES MUNDIAIS<br>SW 13 PROCEDIMENTO AUTOMÁTICA DE TEMPOS<br>REGRAS DE GRUPO DE IDADE (Categorias)</p> C B D A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos Copyright (c) 2023 C B D A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/67 Fri, 08 Sep 2023 00:00:00 +0000 Regras Oficiais das Águas Abertas https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/69 <p>OWS REGRAS DE NATAÇÃO EM ÁGUAS ABERTAS <br>DEFINIÇÕES <br>OWS 1- PROGRAMA DE PROVAS DE CAMPEONATOS <br>MUNDIAIS E JOGOS OLÍMPICOS <br>OWS 2 - ÁRBITROS <br>OWS 3 – FUNÇÕES DOS ÁRBITROS <br>OWS 4 – A LARGADA<br>OWS 5 – A PROVA <br>OWS 6 – O FINAL DA PROVA <br>OWS 7 – TRAJES E TECNOLOGIA <br>OWS 8 – INSTALAÇÕES E EQUIPAMENTOS DE <br>NATAÇÃO EM ÁGUAS ABERTAS <br>OWS 9 – IDENTIFICAÇÃO DOS NADADORES DURANTE <br>A PROVA</p> <p>OWS REGULAMENTOS DE SEGURANÇA DA WORLD <br>AQUATICS</p> <p>PLANOS DE SEGURANÇA ESPECÍFICOS E <br>REQUISITOS DE EXECUÇÃO DA SEGURANÇA DA <br>PROVA <br>Reunião Técnica <br>Monitoramento e resgate de nadadores <br>Comunicação de Segurança <br>Contagem de Nadadores <br>Estações de alimentação <br>Certificado de Liberação Local, <br>Temperatura da água <br>Serviço Médico<br>Segurança durante o treinamento. <br>Aquecimento pré-prova e soltura pós-prova . <br>Plano de Evacuação do Percurso </p> C B D A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos Copyright (c) 2023 C B D A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/69 Fri, 22 Sep 2023 00:00:00 +0000 Diretrizes para barreiras de segurança para piscinas residenciais https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/55 <p>Muitas comunidades promulgaram regulamentos de segurança para barreiras em piscinas residenciais - no solo e acima do solo. Além de seguir essas leis, os pais que possuem piscinas podem tomar suas próprias precauções para reduzir as chances de seus filhos acessarem as piscinas ou spas da família ou dos vizinhos sem supervisão. Este livreto fornece dicas para criar e manter barreiras eficazes para piscinas e spas.</p> U.S. Consumer Product Safety Commission Office of Communications Copyright (c) 2023 This document is in the public domain. Therefore it may be reproduced, in part or in whole, without permission by an individual or organization. However, if it is reproduced, the Commission would appreciate attribution and knowing how it is used. https://creativecommons.org/publicdomain/mark/1.0/ https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/55 Fri, 26 May 2023 00:00:00 +0000 Diretrizes de atividade física para americanos https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/48 <p>Ser fisicamente ativo é uma das ações mais importantes que pessoas de todas as idades podem realizar para melhorar sua saúde. As evidências revisadas para esta segunda edição das Diretrizes de Atividade Física para Americanos são claras – a atividade física promove crescimento e desenvolvimento normais e pode fazer as pessoas se sentirem melhor, funcionarem melhor, dormirem melhor e reduzirem o risco de um grande número de doenças crônicas. Os benefícios para a saúde começam imediatamente após o exercício, e mesmo episódios curtos de atividade física são benéficos. Melhor ainda, a pesquisa mostra que quase todos obtêm benefícios: homens e mulheres de todas as raças e etnias, crianças pequenas a adultos mais velhos, mulheres grávidas ou no pós-parto (primeiro ano após o parto), pessoas que vivem com uma condição crônica ou deficiência, e pessoas que desejam reduzir o risco de doenças crônicas. A evidência sobre os benefícios para a saúde da atividade física regular está bem estabelecida, e a pesquisa continua a fornecer informações sobre o que funciona para fazer as pessoas se movimentarem, tanto no nível individual quanto comunitário. Alcançar os benefícios da atividade física depende de nossos esforços pessoais para aumentar a atividade em nós mesmos, familiares, amigos, pacientes e colegas. A ação também é necessária na escola, no local de trabalho e nos níveis da comunidade.</p> Richard D Olson, Alison Vaux-Bjerke, Julia B Quam, Katrina L Piercy, Richard P Troiano, Stephanie M George, Kyle Sprow, Rachel M Ballard, Janet E Fulton, Deborah A Galuska, Susan A Carlson, Eric T Hyde, Shellie Y Pfohl, Kate Olscamp Copyright (c) 2023 The information presented on health.gov — including information on health.gov microsites like MyHealthfinder, Healthy People, and Health Literacy Online — is in the public domain. http://creativecommons.org/publicdomain/mark/1.0/ https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/48 Wed, 15 Mar 2023 00:00:00 +0000 Como ter sucesso em seu treino https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/72 <p>Treino eficaz é todo um preparo que tem como resultado final o "sucesso" na competição principal (entende-se por sucesso uma melhora a nível de tempo ou a quebra de recordes).</p> <p>Quando um atleta sobe num bloco de partida para a disputa de uma final, nele estão depositados todo um ano de laborioso trabalho no que há de melhor. Desde a preparação orgânica básica dos meses iniciais de treinamento até a especificidade do nado, a distância e a estratégia que o nadador vai utilizar. Existe um envolvimento todo especial em nível de aulas teóricas, práticas, filmes técnico-pedagógicos e avaliações científicas fundamentadas em estatísticas para a obtenção do melhor desempenho técnico.</p> <p>Trabalhos parelelos na área de psicologia aplicada ao esporte são também aspectos que influenciam decisivamente nos dias que antecedem a grande competição.</p> <p>Em suma, desenvolveremos a partir dos tópicos já citados, a maneira do treinador conduzir seus conhecimentos ao corpo e a mente do atleta e atingir, com isto, sucesso tão desejado.</p> Alberto Bernardo Klar , Ednaldo H. de Miranda Jr Copyright (c) 2023 Alberto Bernardo Klar , Ednaldo H. de Miranda Jr https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/72 Fri, 24 Nov 2023 00:00:00 +0000 A relação entre saúde e a atividade aquática https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/57 <p>Sempre nos intrigou o fascínio do homem pela água, e não acreditamos ser casual a forte relação existente entre ambos, uma vez que a vida está inegavelmente ligada ao meio líquido, quer na sua origem, quer na sua manutenção. É sob este prisma que vamos tomar sentido a ligação entre saúde e atividade aquática.</p> Catarina Mazarini , Abelmir Lantyer Marques, Marina José Salve Lantyer Copyright (c) 2023 Catarina Mazarini , Abelmir Lantyer Marques, Marina José Salve Lantyer https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/57 Thu, 15 Jun 2023 00:00:00 +0000 Análise das implicações da respiração unilateral no nado crawl sobre a coluna vertebral https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/47 <p>A natação é mundialmente reconhecida como um esporte terapêutico, principalmente como um instrumento de primeira ordem para auxiliar na correção das deformações, entre outras da coluna vertebral.</p> <p>Todavia, Palmer ressalta que 'o nado crawl, entre os quatro nados, é o único que não é totalmente simétrico, tendo como livre opção do nadador a escolha da respiração para realizá-lo', sendo na maioria das vezes escolhida a respiração unilateral. Porém essa respiração faz com que o nadador realize repetições sucessivas para um único lado, o que pode ser responsável pelo surgimento de desvios escolióticos devido ao desenvolvimento desigual da musculatura torácica.</p> Gerhard Waack Braga Copyright (c) 2023 Gerhard Waack Braga https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/47 Wed, 01 Mar 2023 00:00:00 +0000 Como utilizar o treinamento hipóxico em natação para melhorar a performance https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/50 <p>No mundo inteiro diversos técnicos e professores de natação têm se utilizado da natação equipada para o aperfeiçoamento de seus alunos e atletas, sempre com bons resultados. Um dos métodos de treinamento utilizados e que produz performances interessantes dentro desse contexto é o treinamento hipóxico. O treinamento hipóxico é um método de preparação orgânica que visa fundamentalmente a capacidade anaeróbia, embora também tenha implicações relativas na melhoria da capacidade aeróbia. Segundo Tubino, o treinamento hipóxico foi primeiramente empregado no atletismo, para posteriormente ser também aplicado em maior escala na natação.</p> Roberto Trindade N. da Silva Copyright (c) 2023 Roberto Trindade N. da Silva https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/50 Wed, 29 Mar 2023 00:00:00 +0000 Técnicas e habilidades do nado sincronizado aplicadas à natação https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/52 <p>O nado sincronizado é um esporte altamente sensorial. Seus ricos movimentos e técnicas específicas capacitam o praticante (de qualquer faixa etária ou aptidão) a desenvolver enormemente suas habilidades cinestésicas, o domínio do seu próprio corpo na água (feel for the water), desenvolver o sistema proprioceptivo, que lhe permitirá "nadar", "conhecer-se" melhor n'água. Na verdade, assim que o iniciante obtiver este domínio ele estará apto a aprender as técnicas dos nados mais rapidamente. No caso de nadadores atletas, o nado sincronizado os fará dominar com mais perfeição seus movimentos n' água, transformando-os em nadadores melhores e mais rápidos.</p> <p>Neste artigo estaremos falando das vantagens do nado sincronizado não só com estes grupos, mas também com deficientes físicos e mentais, por exemplo, onde este trabalho é relevante.</p> Linai Vaz Copyright (c) 2023 Linai Vaz https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/52 Fri, 14 Apr 2023 00:00:00 +0000 A perspectiva neuropsicofisiológica em natação https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/53 <p>Não se pode pensar num desportista de nível olímpico dissociado de muitos anos de preparação geral, depuração dos estilos e colocação à prova. O título deste artigo pretende dar as pistas dos três níveis de integração que devem ser aplicados nas pessoas para que cheguem bem perto do nível olímpico e para que esta prática resulte reabilitadora: neurológica, psicológica e fisiológica.</p> Juan Enrique Vázquez Copyright (c) 2023 Juan Enrique Vázquez https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/53 Thu, 20 Apr 2023 00:00:00 +0000 Resgate histórico dos resultados da natação brasileira durante a vigência do patrocínio dos Correios https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/73 <p>Este artigo tem por objetivo apresentar um breve resgate da história dos resultados da natação no Brasil durante a vigência do patrocínio da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos - Correios à Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos - CBDA, ao longo de 26 anos, e analisar as ações e impactos esportivos e sociais na modalidade. Trata-se de um estudo descritivo com o emprego da pesquisa documental e histórica para a obtenção dos dados referentes aos resultados obtidos pela seleção brasileira de natação entre os anos de 1991 e 2017. Como fatores de análise foram considerados o número de vagas em finais e medalhas conquistadas nos principais eventos internacionais. Os resultados indicaram que a natação brasileira foi obtendo resultados esportivos mais consistentes ao longo do tempo, atrelados ao patrocínio dos Correios e ao aumento das aplicações financeiras que a modalidade obteve nas últimas décadas. Grande parte desse avanço pode ser explicado pela forma de gestão integrada entre CBDA e Correios.</p> Ricardo de Moura Copyright (c) 2023 Ricardo de Moura https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/73 Wed, 20 Dec 2023 00:00:00 +0000 2023: NADAR! SWIMMING MAGAZINE - VOLUME 3 ONLINE - Nº. 166 https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/76 <p><strong>SUMÁRIO</strong></p> <p><em>Seção Divulgação.</em></p> <p>A natação olímpica no Sena destaca os esforços para limpar os rios das cidades ao redor do mundo</p> <p>Da segregação à celebração<br />A PISCINA PÚBLICA NA CULTURA AUSTRALIANA</p> <p>A mais dispendiosa, mais inclusiva e com mais esportes<br />OLIMPÍADAS DE TOKYO EM NÚMEROS</p> <p>A ciência de prender a respiração<br />COMO KATE WINSLET CONSEGUIU FICAR DEBAIXO D'ÁGUA POR MAIS DE 7 MINUTOS EM AVATAR 2?</p> <p><em>Seção Artigos de Revisão.</em></p> <p>Especialização Esportiva Precoce na Natação</p> <p><em>Seção Artigo Original.</em></p> <p>Resgate histórico dos resultados da natação brasileira durante a vigência do patrocínio dos Correios</p> <p><br /><em>Seção Versão Digital.</em></p> <p>Como ter sucesso em seu treino</p> <p>A relação entre saúde e a atividade aquática</p> <p>Análise das implicações da respiração unilateral no nado crawl sobre a coluna vertebral</p> <p>Como utilizar o treinamento hipóxico em natação para melhorar a performance</p> <p>Técnicas e habilidades do nado sincronizado aplicadas à natação</p> <p>A perspectiva neuropsicofisiológica em natação<br />COMO O TRABALHO EM NATAÇÃO PARA DEFICIENTES DESENVOLVIDO NA ESPANHA AJUDOU ATLETAS EM BARCELONA'92</p> <p><br /><em>Seção Versão em Português.</em></p> <p>Determinantes de Desempenho no Polo Aquático Juvenil<br />O ESTUDO INEX</p> <p>Como a transição da natação subaquática para a natação de superfície deve ser realizada por nadadores competitivos?</p> <p>O Efeito do Incentivo Verbal no Desempenho e na Fadiga Muscular na Natação</p> <p>Treinamento de força em natação</p> <p>Periodização e programação para nadadores de 400 medley</p> <p>Natação em Água Fria - Benefícios e Riscos<br />UMA REVISÃO NARRATIVA</p> <p>Estudo piloto não randomizado sobre os benefícios da natação para o desenvolvimento motor de bebês</p> <p><br /><em>Seção Comunicados Oficiais</em></p> <p>Regras de Natação World Aquatics 2023 - 2025<br />TRADUZIDO DO ORIGINAL EM INGLÊS DA WORLD AQUATICS</p> <p>Regras Oficiais das Águas Abertas<br />VIGÊNCIA 2023-2025</p> <p>Diretrizes para barreiras de segurança para piscinas residenciais<br />PREVENÇÃO DE AFOGAMENTOS DE CRIANÇAS</p> <p>Diretrizes de atividade física para americanos</p> RELEASE EDITORIAL EBOOKS Copyright (c) 2024 RELEASE EDITORIAL EBOOKS https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/76 Wed, 10 Jan 2024 00:00:00 +0000 Especialização Esportiva Precoce na Natação https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/45 <p>Apresentação de um resumo acadêmico sobre a especialização precoce na natação; tema ainda bastante discutido e polêmico no meio desportivo das atividades desportivas aquáticas.</p> Moacyr Rocha Freitas Copyright (c) 2023 Moacyr da Rocha Freitas https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/45 Wed, 15 Feb 2023 00:00:00 +0000 A natação olímpica no Sena destaca os esforços para limpar os rios das cidades ao redor do mundo https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/64 <p>A um ano dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de verão de 2024, Paris anunciou que reabrirá o rio Sena para competições de natação e depois permitirá a natação pública, pondo fim a uma proibição de um século. Essa proibição estava em vigor para impedir que as pessoas submergissem em águas de rios poluídas por águas pluviais, esgoto e produtos químicos.</p> <p>Mas depois de muitos anos de trabalho de gerenciamento de águas pluviais, três eventos olímpicos e paraolímpicos serão realizados no Sena em 2024 – a maratona de natação e as etapas de natação do triatlo olímpico e do paratriatlo. O Sena também marcará presença na cerimônia de abertura, quando, ao invés do tradicional desfile dos atletas em um estádio, um desfile de barcos levará as equipes ao longo do rio.</p> Gary Osmond, Rebecca Olive Copyright (c) 2023 Gary Osmond, Rebecca Olive https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/64 Fri, 11 Aug 2023 00:00:00 +0000 Da segregação à celebração https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/58 <p>A exposição australiana para a Bienal de Veneza de 2016, The Pool, projetada por Isabelle Toland, Amelia Holliday e Michelle Tabet, foi instalada na National Gallery de Victoria. The Pool visa literalmente “engarrafar” os cheiros, sons, sensação e aparência de uma piscina e recriá-la em um ambiente cultural. Pode parecer, à primeira vista, que as piscinas são essencialmente pouco mais do que um buraco no chão cheio de água. De fato, muitas exibem elementos arquitetônicos distintos associados à nossa experiência de movimento, água e luz e experimentação estilística moderna. Satisfazem exigências funcionais e ambientais complexas como qualquer outro tipo de edifício. E elas revelam muito sobre a cultura australiana, como o relaxamento gradual dos códigos de vestimenta e atitudes em relação às mulheres e outras etnias.</p> Hannah Lewi Copyright (c) 2023 Hannah Lewi https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/58 Thu, 22 Jun 2023 00:00:00 +0000 A mais dispendiosa, mais inclusiva e com mais esportes https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/54 <p>As Olimpíadas de Tóquio abriram oficialmente em 23 de julho - um ano depois do planejado originalmente e em um estádio olímpico vazio de espectadores graças à pandemia do COVID-19.</p> <p>Embora Tóquio não seja a primeira Olimpíada a ser remarcada ou cancelada – as Olimpíadas não aconteceram durante nenhuma das guerras mundiais, e as Olimpíadas de Antuérpia em 1920 foram um evento modesto – é a primeira a ser adiada apenas alguns meses antes da cerimônia de abertura.</p> <p>E adiar e reorganizar um evento tão grande é caro.</p> Chynthia Wijaya-Kovac , Justin Bergman , Wes Mountain Copyright (c) 2023 Chynthia Wijaya-Kovac , Justin Bergman , Wes Mountain https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/54 Fri, 28 Apr 2023 00:00:00 +0000 A ciência de prender a respiração https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/46 <p>Kate Winslet prendeu a respiração por sete minutos e 15 segundos no set de "Avatar: The Way of Water". Algumas das cenas do filme foram filmadas debaixo d'água.</p> <p>É um feito notável; qualquer pessoa (incluindo mergulhadores profissionais) reconheceria que prender a respiração por mais de sete minutos é extremamente difícil. A maioria dos freedivers profissionais deve treinar por anos antes de atingir uma marca como essa - muitos nunca a alcançam. Winslet aparentemente treinou apenas por algumas semanas.</p> <p>Embora Winslet agora detenha o recorde de prender a respiração em um set de filmagem, vamos colocá-lo em um contexto mais amplo. O recorde mundial atual de prender a respiração, usando uma técnica que provavelmente é a mesma que a atriz empregou, é de 24 minutos e 37 segundos. Este é realizado por Budimir Šobat - um mergulhador profissional de apneia com quem trabalhei de perto.</p> Anthony Bain Copyright (c) 2023 Anthony Bain https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://www.revistanadar.com.br/index.php/Swimming-Magazine/article/view/46 Sat, 11 Feb 2023 00:00:00 +0000